Como funciona?

Pague quanto você achar que vale o serviço que você recebeu!

domingo, 30 de março de 2014

Reportagem Correio Braziliense sobre passeio com seu cão.

Estou impressionada com a ótima qualidade da reportagem que a Luana Patriolino fez sobre cães na Revista do Correio de hoje (domingo, 30/03/2014). Dei uma entrevista via e-mail e ela conseguiu fazer uma reportagem excelente, muito bem embasada nas teorias de adestramento. A equipe foi incrível e torço para que bons trabalhos como este ocorram com maior frequência na mídia! É maravilhoso quando temos boas informações sobre nossa área de trabalho divulgadas na mídia. Reportagem muito bem feita...

Parabéns, equipe Correio Braziliense, vocês fizeram um ótimo trabalho!!!
Abaixo segue a reportagem e a entrevista que eu dei para a Luana Patriolino.

REPORTAGEM


ENTREVISTA
Correio: Qual a técnica usada para adestrar os cães durante o passeio?
Sofia: Tenho uma postagem que fala sobre todas as técnicas de adestramento existentes: http://www.adestradorasofia.blogspot.com.br/2014/01/pavlov-e-skinner-origem-do-adestramento.html
Para passeio muitos adestradores que utilizam técnicas de adestramento clássico punem o cachorro dando um tranco na guia quando ele se afasta. Os adestradores positivos recompensam os cães por se manterem perto do dono durante o passeio. 

Correio: Existe algum tempo médio para o cachorro aprender ?
Sofia: Não, tudo depende da técnica utilizada e do que se quer ensinar.

Correio: Qual é a técnica usada para acostumá-los a não puxar e sair correndo quando vê outro cachorro?
Sofia: Depende muito do cão e do tipo de adestrador que faz o treinamento. Na técnica que eu utilizo, o cão faz passeios interagindo com o dono e tem menos chances de querer ficar puxando a guia, além disso consegue se controlar mais ao ver outro cão.

Correio: Por que alguns gostam de andar soltos e obedecem? Quais os cuidados?
Tudo depende da interação entre o cão e o dono, mas andar sem guia é sempre muito arriscado. Há grande chance de atropelamento, pois o cão pode ver uma fêmea no cio ou um passarinho no outro lado da rua e atravessá-la correndo por instintos naturais de reprodução e caça. Sem contar dos casos que o cão se assusta com algo e perde o controle, podendo sair correndo sem olhar para trás ou cair em uma pista cheia de carros. E também há a situação de um outro cão vir em direção ao seu e você não ter como tirar seu cão da situação, nem evitar uma possível agressão. Manter o cão na guia é uma questão de  consciência e saber viver em sociedade.

Correio: Como acostumar os já mais velhos que não desciam e vão começar a sair?
Sofia: Sempre iniciando no limite do cão e respeitando o tempo dele, começando sempre com passeios curtos.

Correio: Quais são as mudanças no resto da rotina dos cachorros? Mesmo quando não estão passeando, tem alguma mudança no comportamento do animal?
Sofia: Os cães são diferentes em ambientes distintos. O comportamento é alterado de acordo com o lugar que ele está.

Correio: Quais os tipos de coleira ideal para que tamanho?
Sofia: O melhor é uma coleira apertada o suficiente para ter apenas o espaço para passar dois dedos seus entre a coleira e o pescoço do seu cão. Usar enforcador é sempre um risco, pois você pode estar maltratando seu cão sem saber. O peitoral pode sair  quando o cão se puxa para trás e você acaba "ficando na mão" quando mais precisa controlar seu cão.
Cuidado com as guias retráteis pois elas podem quebrar durante o passeio. E por garantia coloque sempre uma plaquinha com o seu nome e seu telefone, para caso seu cão se perca.

Correio: Existe um tempo certo para passear com os cachorros? 
Sofia: Respeitando a temperatura adequada para o passeio, o melhor é manter o bom senso, observe se seu cão está cansado e sempre lembre-se que haverá a volta. E sempre comece fazendo passeios mais curtos e vá aumentando o tempo de passeio gradativamente.

Correio: Qual a diferença de um cachorro que passeia regularmente e o que não costuma passear?
Sofia: Os cães que passeiam são mais saudáveis e podem aliviar o stress durante o passeio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário